Carnaval: vacina e máscara serão obrigatórios no desfile de SP

Decisão desta segunda-feira (17) foi tomada após reunião com representantes das escolas de samba; medidas serão detalhadas nesta quinta


Por CNN Brasil em 17/01/2022 às 21:04 hs

Carnaval: vacina e máscara serão obrigatórios no desfile de SP
Imagem: Divulgação/CNN Brasil

Em reunião entre a secretaria municipal de Saúde, a Vigilância Sanitária e a Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo, nesta segunda-feira (17), sobre o desfile de Carnaval 2022, no sambódromo do Anhembi, foi decidido que o passaporte de vacinação e desfile com máscara serão obrigatórios para o evento.

Mais detalhes sobre o protocolo do Carnaval serão divulgados nesta quinta-feira (20) em uma entrevista coletiva.

Na reunião também foi decidido que só poderão entrar no Anhembi aqueles que completaram o esquema vacinal com pelo menos duas doses da vacina contra a Covid-19. O secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido, também esteve presente na reunião.

No último dia 6, a prefeitura de São Paulo decidiu cancelar o Carnaval de rua deste ano. A medida foi adotada por conta do crescimento de casos de Covid-19.

Antes mesmo da decisão da prefeitura de cancelar o Carnaval de rua, os blocos de São Paulo divulgaram um manifesto desistindo dos desfiles diante da alta de casos de Covid-19.

Confira abaixo a nota da Secretaria Municipal:

“A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) realizou na tarde desta segunda-feira (17), a segunda reunião com representantes da Liga das Escolas de Samba de São Paulo, da União das Escolas de Samba Paulistanas, da São Paulo Turismo (SPTuris) e da Coordenadoria de Vigilância em Saúde (Covisa), para discutir vários pontos do protocolo sanitário para os desfiles de Carnaval 2022 no Sambódromo do Anhembi, na capital. A versão final do protocolo será concluída até a próxima quinta-feira (20).

O secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido, conduziu a reunião que também contou com a presença da secretária municipal da Cultura, Aline Torres, e do chefe de gabinete da SPTuris, Gustavo Pires. A secretária Aline Cardoso, de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, participou virtualmente. Representantes das secretarias municipais de Esportes e Lazer (Seme), de Segurança Urbana (SMSU) e de Mobilidade e Trânsito também marcaram presença.

O Coordenador de Vigilância em Saúde (Covisa), Luiz Artur Caldeira, apresentou aos participantes a situação epidemiológica do município de São Paulo nesta fase da pandemia.”



Deixe seu Comentário


 topo

Seja visto por centenas de pessoas diariamente

Cadastre-se agora mesmo em nosso guia comercial, conheça agora mesmo nossos planos !