Seja bem vindo
Delmiro Gouveia,25/06/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Exército afasta militares após “fake news” sobre rompimento de dique em Canoas (RS)

Instituição pediu desculpas à população e definiu o ocorrido como "um grave erro de procedimento"


Exército afasta militares após “fake news” sobre rompimento de dique em Canoas (RS) Os militares do Exército podem adquirir até seis armas de fogo, sendo cinco de calibre restrito (Imagem: Exército Brasileiro/Flickr)

O Exército Brasileiro afastou, neste domingo (26), os militares envolvidos na propagação de uma notícia falsa sobre um suposto rompimento de um dique na cidade de Canoas, situada na região metropolitana de Porto Alegre.

No final da tarde de ontem, militares que atuavam no bairro de Mathias Velho ouviram que um dique havia sofrido um rompimento na região. De acordo com o Exército, mesmo sem confirmar a informação, os militares passaram a comunicar aos moradores a necessidade de evacuação de imóveis da região, que estaria em área de risco.

A instituição definiu o ocorrido como “um grave erro de procedimento” e disse que tomou medidas administrativas para apurar os fatos.

Os militares diretamente envolvidos neste episódio foram afastados de suas atividades durante o período de investigação.

“A 14ª Brigada de Infantaria Motorizada reitera seu compromisso com a população afetada pela catástrofe ambiental, em especial com os moradores de Canoas-RS e manifesta sua solidariedade a todos os moradores que foram erroneamente informados e pede sinceras desculpas pelo ocorrido”, conclui o comunicado.

Pouco antes do Exército divulgar seu posicionamento, a prefeitura de Canoas se manifestou nas redes sociais, desmentindo as informações. O bairro Mathias Velho foi um dos mais atingidos pelas fortes chuvas que atingem a cidade desde o início do mês de maio.





COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login