Amado Batista é processado por autora de seu livro; ela cobra indenização de R$ 100 mil

Ao contestar o valor, ela recebeu mais R$ 38,08. Depois disso, quando assinou um termo de distrato, a Saraiva teria continuado vendendo os exemplares da obra.


Por Redação do Istroé Gente em 27/07/2021 às 08:32 hs

Amado Batista é processado por autora de seu livro; ela cobra indenização de R$ 100 mil
Amado Batista - Imagem: Crédito: Reprodução/Instagram

Aline Anjos de Souza, autora do livro “Amado Batista – O cantador de histórias”, entrou com uma ação na Justiça e está processando o cantor Amado Batista, a Editora Horizonte e a Livraria Saraiva, por danos morais e materiais, pelos direitos autorais da biografia do artista. Ela pede uma indenização de R$ 100 mil.

Segundo informações do UOL, que teve acesso a processo aberto em 2015, Aline conta que teria recebido apenas R$ 191,94 pela venda dos livros. Ao contestar o valor, ela recebeu mais R$ 38,08. Depois disso, quando assinou um termo de distrato, a Saraiva teria continuado vendendo os exemplares da obra.

Ainda de acordo com o veículo, em contrato firmado com a Editora Horizonte em agosto de 2010, Aline chegou a acordar que receberia R$ 0,56 por cada livro vendido. Já Amado  receberia R$ 8,54, enquanto a editora receberia R$ 2,15.

Em junho deste ano, a Justiça pediu a constatação do número de exemplares  que se encontram na posse de Batista. A defesa do veterano diz que os livros devolvidos a ele pela editora foram para mero armazenamento, e que isso não implica em direitos autorais.

“Assim, o envio do obras ao corréu Amado Batista, para mero armazenamento, não implica em direitos autorais à requerente; que inexiste responsabilidade civil e dano moral”, diz o documento.

Até o momento, Amado Batista e sua assessoria de imprensa não se pronunciaran sobre o assunto.



Deixe seu Comentário


 topo

Seja visto por centenas de pessoas diariamente

Cadastre-se agora mesmo em nosso guia comercial, conheça agora mesmo nossos planos !