PRF prende dois homens por crimes distintos em Alagoas

Os delitos cometidos foram os de receptação e o de transporte de aves silvestres.


Por PRF Alagoas em 21/11/2020 às 09:30 hs

PRF prende dois homens por crimes distintos em Alagoas
Imagem: Divulgação

A Polícia Rodoviária Federal prendeu, na tarde de ontem (20), dois homens por crimes distintos em Alagoas. Os flagrantes aconteceram nas BRs 316 e 101, municípios de Canapi e Rio Largo.

A primeira ocorrência se deu por volta das 12h10 quando policiais faziam fiscalizações, na BR 316, km 49, em frente à Unidade Operacional do Carié e abordaram uma motocicleta HONDA CG, de cor azul, com um ocupante.

Após análise da documentação pessoal, veicular e buscas aos sistemas, foi constatado que a placa da moto na verdade pertencia a um carro FIAT/Strada. Além disso, outros sinais identificadores do veículo estavam adulterados. Após mais pesquisas chegou-se ao veículo original, com placa de Guarujá/SP que tinha registro de roubo/furto.

Perguntado ao condutor da procedência do veículo, o mesmo informou que não era o proprietário. Foi então chamado o dono da moto que revelou ter comprado de seu irmão e não sabia dessas adulterações.

Diante dos fatos, o homem foi preso e encaminhado à Delegacia de Batalha para procedimentos cabíveis. Ele vai responder pelo crime de receptação.

A segunda ocorrência aconteceu por volta das 14h45 quando policiais rodoviários federais faziam fiscalizações nas proximidades do km 90 da BR 101 e abordaram um veículo Toyota/Corolla, de cor preta e placa de Diadema/SP.

Após verificação da documentação pessoal e do veículo, os policiais fizeram uma vistoria no carro, onde foram encontradas duas pequenas gaiolas contendo no total 21 unidades de aves da espécie Coleirinho/Papa-Capim, nativas da fauna Brasileira.

Perguntado da procedência das aves, o condutor afirmou ser o proprietário, porém não possuía qualquer licença ou autorização ambiental para manter em cativeiro ou transportar os citados animais.

Diante das informações, foi dada voz de prisão ao homem pelo crime do art. 29, §1°, Inciso III da lei 9.605/98 (quem vende, expõe à venda, exporta ou adquire, guarda, tem em cativeiro ou depósito, utiliza ou transporta ovos, larvas ou espécimes da fauna silvestre), porém o flagrante foi substituído pela lavratura deste Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), após o autor se comprometer a comparecer em Juízo, quando for intimado.

As aves apreendidas foram encaminhadas à sede do IBAMA, localizada na cidade de Maceió/AL, para receberem os devidos cuidados.



Deixe seu Comentário


 topo

Seja visto por centenas de pessoas diariamente

Cadastre-se agora mesmo em nosso guia comercial, conheça agora mesmo nossos planos !