Motorista suspeito de ocasionar acidente na BR-423 estava sob efeito de álcool, afirma PRF

De acordo com a PRF, após ser liberado pelo médico no hospital Nair Alves de Souza, em Paulo Afonso/BA, o motorista foi submetido ao teste etilômetro, que acusou 0,59mg de álcool por litro de sangue.


Por Marcos Maciel em 10/06/2019 - 16:24 hs

Motorista suspeito de ocasionar acidente na BR-423 estava sob efeito de álcool, afirma PRF
Veículos envolvidos no acidente - Imagens: Cortesia/PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF/BA) afirmou nesta segunda-feira (10) a reportagem do portal Editora Guia Mais, que o motorista suspeito de ocasionar um acidente na noite deste domingo (9), em um trecho da rodovia federal BR-423, km 99, próximo ao Posto da Secretaria de Estado da Fazendo (SEFAZ), no município de Delmiro Gouveia, sertão de Alagoas, estava sob o efeito de álcool. De acordo com a PRF, após ser liberado pelo médico no hospital Nair Alves de Souza, em Paulo Afonso/BA, o motorista foi submetido ao teste etilômetro, que acusou 0,59mg de álcool por litro de sangue.

Ainda de acordo com a PRF, o motorista, que não teve o nome divulgado, estava parado na pista de rolamento com seu veículo, uma Mitsubishi L-200, de cor branca e placa não divulgada, quando foi surpreendido por um automóvel Toyota Corolla, também de cor branca e placa não divulgada, que colidiu em sua traseira.

“A L-200 estava parada na pista de rolamento, sentido Delmiro, com as luzes apagadas, segundo informou os outros motoristas envolvidos no acidente, quando o Corolla bateu na traseira, rodou na rodovia e atingiu o caminhão de frente, que vinha no sentido contrário. Com o impacto da batida, cinco pessoas que estavam no Corolla ficaram feridas, sendo que uma delas (passageiro) faleceu no hospital”, informou a PRF.

Segundo os agentes federais, após a liberação do hospital e a realização do bafômetro, o motorista da L-200 foi conduzido preso até a Delegacia Regional de Polícia (1ª-DRP), sediada em Delmiro Gouveia, para realização das medidas cabíveis.

Durante o trajeto, o infrator informou aos policiais, que o veículo havia dado uma pane-mecânica e estaria com o capô do automóvel aberto na hora do acidente. Os condutores dos outros veículos envolvidos no acidente também passaram pelo teste do bafômetro, que deu zero.

 



Deixe seu Comentário


 topo

Seja visto por centenas de pessoas diariamente

Cadastre-se agora mesmo em nosso guia comercial, conheça agora mesmo nossos planos !