Seja bem vindo
Delmiro Gouveia,24/07/2024

  • A +
  • A -

Brasil joga mal e fica só no empate diante da Costa Rica pela Copa América

Equipes ficaram no 0 a 0 no SoFi Stadium em partida válida pelo Grupo D


Brasil joga mal e fica só no empate diante da Costa Rica pela Copa América Brasil ficou no zero contra a Costa Rica Photo by Kevork Djansezian/Getty Images

Na noite desta segunda-feira (24), Brasil e Costa Rica ficaram no 0 a 0 em partida válida pela primeira rodada do Grupo D da Copa América. O jogo foi disputada no SoFi Stadium, em Inglewood, na Califórnia.

Apesar do placar zerado e do desempenho abaixo do esperado, o Brasil criou as melhores chances e viu o goleiro Patrick Sequeira fazer grandes defesas e garantir o empate. Na única vez que o arqueiro deixou passar, o tento de Marquinhos foi anulado por impedimento.

Com o empate, as duas equipes conquistaram o primeiro ponto na atual edição da Copa América. O resultado é bom para a Colômbia, que venceu o Paraguai por 2 a 1 e fica na liderança isolada do Grupo D.

O jogo

Como o esperado, o Brasil foi quem dominou a partida. Com mais posse de bola e finalizações, o time de Dorival Jr. praticamente rondou a área da Costa Rica durante todo o jogo, mesmo encarando dificuldades para furar a forte retranca costa-riquenha.

O Brasil começou levando perigo com Raphinha e Rodrygo, que foram os dois jogadores mais acionados pela equipe nos 45 minutos iniciais. Sequeira primeiro fez uma grande defesa e depois viu o chute do camisa 10 passar pelo lado direito do gol.

Depois das boas chances nos primeiros dez minutos de jogo, o Brasil seguiu no ataque, mas passou a encontrar mais dificuldades. Aos 24, mais uma grande chance com Raphinha, que parou em Sequeira. O melhor momento da equipe de Dorival veio depois dos 30 minutos, quando chegou inclusive a balançar as redes. Raphinha cobrou falta, Rodrygo desviou e Marquinhos empurrou para o gol, mas o tento foi anulado por impedimento do camisa 10 após longa checagem do VAR.

Nos minutos finais, o jogo ficou mais tenso e inclusive com pequenas confusões. Os jogadores das duas equipes passaram a discutir e também trocaram empurrões, mas nada que alterasse os ânimos antes do intervalo.

A segunda etapa seguiu no mesmo ritmo: Brasil atacando e a Costa Rica se defendendo. No entanto, a Canarinho seguia com dificuldades para furar o bloqueio costa-riquenho e, apesar de martelar, não conseguia fazer o jogo fluir com naturalidade.

Aos 15 minutos, uma grande jogada quase terminou em gol. Paquetá achou Raphinha, que encontrou Vini Jr. que passou de letra para Rodrygo. Na hora de finalizar, o camisa 10 foi bloqueado pelo defensor. Dois minutos depois, Paquetá acertou a trave em chute de fora da área.

Sem efetividade, Dorival fez as suas primeiras mudanças aos 25 minutos. Endrick e Savinho entraram nas vagas de Raphinha e Vini Jr. Um minuto após as trocas, quase Mitchell fez gol contra e obrigou Sequeira a fazer grande defesa.

O goleiro costa-riquenho, por sinal, foi um dos grandes destaques da partida. Paquetá fez linda jogada e encontrou Guilherme Arana na entrada da área. O lateral chutou e viu o arqueiro fazer mais uma boa defesa.

Próximos jogos

As duas equipes voltam a jogar na sexta-feira (28). Às 19h (de Brasília), a Costa Rica encara a Colômbia, enquanto o Brasil joga contra o Paraguai, às 22h.




COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login