Prefeito exonera secretário de saúde, mas não aponta medida para permanência da UPA

Em seu lugar assumiu Petrucio Wanderley, natural da cidade de Viçosa e ex-secretário de Educação de Atalaia.


Por Marcos Maciel em 14/03/2019 - 07:07 hs

Prefeito exonera secretário de saúde, mas não aponta medida para permanência da UPA
Prefeito Eraldo Cordeiro - Foto: Ascom PMDG

Enquanto a população espera ansiosa por uma solução para o não fechamento da Unidade de Pronto Atendimento (UPA/24h), o prefeito Eraldo Cordeiro (PSD) exonerou na manhã desta quarta-feira (13), o secretário de Saúde, André Ramalho. Em seu lugar assumiu Petrucio Wanderley, natural da cidade de Viçosa e ex-secretário de Educação de Atalaia.

André Ramalho havia assumido a pasta em outubro de 2017, depois do pedido de afasta de seu antecessor, Renê Galvão, que ficou a frente da Secretaria por apenas 3 semanas. Com essa substituição, a Secretaria Municipal de Saúde chega ser ocupada por 6 secretários diferentes, durante a gestão do atual prefeito, desde janeiro de 2017.

O motivo da exoneração do secretário não foi divulgado, mas nos senadinhos já se comenta a indiferença entre o prefeito Eraldo Cordeiro e o deputado federal Marx Beltrão, principal indicador do ex-secretário.

Sobre o secretário-adjunto, permanecerá o mesmo, Samir Sena, que durante essa gestão já ocupou o cargo de Diretor de Comunicação da Prefeitura e foi secretário-adjunto de Governo, até chegar na Saúde.

Há pouco mais de 1 ano para o fim de seu mandato, será que agora com essa mudança a pasta da Saúde tomará um rumo em Delmiro Gouveia? E a UPA como ficará. Até o momento o prefeito não apontou nenhuma medida cabível que possa garantir a permanência das atividades.

 



Deixe seu Comentário


 topo

Seja visto por centenas de pessoas diariamente

Cadastre-se agora mesmo em nosso guia comercial, conheça agora mesmo nossos planos !