Seja bem vindo
Delmiro Gouveia,25/02/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Hamas liberta 17 reféns no terceiro dia de trégua da guerra com Israel

A informação foi confirmada pela Forças de Defesa de Israel que afirmaram que os reféns foram recebidos pela Cruz Vermelha


Hamas liberta 17 reféns no terceiro dia de trégua da guerra com Israel Veículo da Cruz Vermelha em comboio que transportou reféns israelenses em Gaza 24/11/2023REUTERS/Ibraheem Abu Mustafa
Publicidade

O Hamas libertou neste domingo (26) o terceiro grupo de reféns no terceiro dia de trégua da guerra em acordo com Israel. A informação foi confirmada pela Forças de Defesa de Israel.

Ao todo, 17 pessoas foram transferidas para agentes da Cruz Vermelha, na fronteira de Gaza com o Egito. No total, 58 reféns já foram libertados.

No grupo estão 13 israelenses e 4 estrangeiros. As identidades ainda não foram confirmadas.

Autoridades militares disseram que os reféns israelenses libertados já foram entregues às Forças de Defesa de Israel. Um refém foi transportado de helicóptero para um hospital e os outros 12 foram levados através da cerca da fronteira diretamente de Gaza para Israel.

Outros reféns libertados

Os 41 reféns que haviam sido libertados até ontem pelo Hamas em Gaza estão em condições estáveis, segundo profissionais médicos. Entre eles, 15 são estrangeiros: 14 são da Tailândia e um das Filipinas. Osnat Levtzion Korach, diretor do Centro Médico Shamir em Israel, disse no domingo que “eles estão em condição estável e estão melhorando”.

A libertação do segundo grupo de reféns, no sábado (25), foi retomada depois que Israel e Hamas resolveram impasses e disputas sobre termos foram acertadas. O Hamas havia adiado a entrega do segundo grupo de reféns pela manhã depois de acusar Israel de impedir a entrada de ajuda humanitária entre na Faixa de Gaza.

A medida ocorreu em meio a um acordo entre Israel e Hamas, que prevê uma trégua de quatro dias nos combates, em Gaza.

Outros 24 reféns já haviam sido liberados pelo Hamas na sexta-feira (24). Em troca, o governo israelense soltou 39 prisioneiros palestinos, de acordo com o Serviço Prisional de Israel.

O grupo foi solto após 49 dias de cativeiro e foram recebidos por uma multidão de israelenses.

Ao todo, a expectativa é que 50 reféns poderão se reunir com suas famílias nos próximos dias. O governo de Israel acredita que 240 pessoas de diversas nacionalidades estavam sob o poder do Hamas desde 7 de outubro.

Publicidade



COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login