Padre Eraldo cancela reunião com os servidores da educação e Sinteal emite nota de repúdio a sua atitude




Padre Eraldo cancela reunião com os servidores da educação e Sinteal emite nota de repúdio a sua atitude



Por Marcos Maciel em 14/06/2018 - 10:34 hs

Prefeito do município de Delmiro Gouveia - Foto: Anderson Cleyverson/Arquivo portal Editora Guia Mais

O prefeito Eraldo Joaquim Cordeiro (PSD), cancelou na manhã desta quinta-feira (14), uma reunião marcada para as 14h, de hoje, com os servidores da educação do município de Delmiro Gouveia. A reunião foi marcada por telefone nesta quarta-feira (13), após protesto realizado pela categoria dos servidores da educação.

Em resposta ao cancelamento da reunião, o Sindicato dos Trabalhadores da Educação de Alagoas (Sinteal), núcleo Sertão, emitiu uma nota de repúdio a atitude do gestor.

Além do cancelamento da reunião com os servidores da educação do município, Padre Eraldo cancelou pela segunda vez, uma coletiva de imprensa marcada para o dia de ontem.

Em contato com a Assessoria de Comunicação (Ascom) da Prefeitura, o assessor Ferreira Delmiro, declarou que o prefeito Eraldo Cordeiro, preocupado com desenvolvimento da educação do município, segundo ele vítima de gestões passadas, no tocante ao desenvolvimento dos educandos, como também na valorização dos profissionais do Magistério e funcionários em geral, vem a público esclarecer que está esforçando-se ao máximo para resolver o ajuste salarial da classe em 2018. Tanto que procurou o Ministério Público (MP/AL), para intermediar as negociações com o sindicato, onde apresentou as receitas e despesas com educação no município.

A Ascom destacou ainda, a data da reunião entre o Governo Municipal, Ministério Público e os profissionais da educação, ocorrida no dia 12/06. Na ocasião, ficou definido uma nova reunião com a presença do técnico em legislação educacional, professor Milton Canuto, para fazer o estudo planejado do ajuste salarial, a pedido do promotor de Justiça João Batista Filho.

Por isso, em virtude deste agendamento entre o Governo Municipal, Ministério Público e SINTEAL, a reunião que estava prevista para acontecer hoje, 14/06, foi adiada. "Neste sentido, o acordo com a mediação do Ministério Público, está sendo cumprido, trazendo o Professor Milton Canuto, para fazer nosso Planejamento Financeiro e conceder o reajuste salarial a categoria", afirmou o assessor, que ainda disse que o Governo Municipal é o maior interessado em resolver o impasse e conceder ajuste salarial aos profissionais da educação, que tanto labutam para promoção de uma educação pública de melhor qualidade.

Confira na íntregra a nota emitida:

 



Deixe seu Comentário


 topo

Seja visto por centenas de pessoas diariamente

Cadastre-se agora mesmo em nosso guia comercial, conheça agora mesmo nossos planos !